Eduardo Alencar faz revelação bombástica sobre Orlando de Amadeu e diz que o "tirano" é Dinha

04 JUL 2018
04 de Julho de 2018

Durante entrevista na tarde desta quarta-feira (04), na rádio Sucesso FM 93,1 e em matéria reiterada pelo site Mapele News, o vereador simõesfilhense Orlando de Amadeu voltou a detonar a gestão do ex-prefeito Eduardo Alencar chamando o antigo gestor de “tirano e mentiroso”.

“A gente fica feliz em fazer parte de um governo que trabalha pelo povo. O povo que passou 08 anos nas garras de um tirano e hoje Simões Filho está nas mãos de um homem de Deus, que tem cuidado da cidade, tem respeitado a todos e fazendo um bom trabalho”, disse Orlando.

Como direito de resposta, o ex-prefeito, em contato com a nossa redação resolveu devolver os insultos para o líder do prefeito Diógenes Tolentino na Câmara, dizendo que desconhece a palavra tirania.

“O vereador Orlando, representante do governo, eu acho que ele está convivendo tanto com um tirano, que é o Dinha, que ele aprendeu a usar essa palavra com ele. Eu não conheço essa parte de tirania, mesmo porque sou um democrático, sempre consegui conviver com todos, sem agredir, sem humilhar e sem pisar as pessoas. Quem faz isso é o chefe dele”, declarou Eduardo.

Alencar disse que preferia nem responder aos insultos de Orlando, mas que diante das ofensas proferidas pelo vereador, não poderia deixar de citar as prerrogativas do parlamentar, fazendo inclusive uma revelação sobre o passado do edil.

“Orlando deveria se preocupar é com a empresa Cefrinor, onde ele trabalhou por um período e foi demitido por justa causa e com a morte de Binho do Quilombo, que ainda não foi elucidada”, revelou Eduardo.

O ex-gestor também comentou sobre a eleição de Orlando como presidente da Câmara, que ele classifica como uma irresponsabilidade. Para Eduardo, o parlamentar tem realmente motivos para defender o atual gestor municipal, já que ganhou de presente todo apoio necessário para administrar a Câmara

“Ele falar que a cidade está limpa é sinal que não conhece Simões Filho, nem os distritos. Mas, na verdade, ele tem que elogiar o prefeito mesmo, porque Diógenes Tolentino deu a ele um presente, que é administrar uma câmara de vereadores com um orçamento de mais de 1 milhão de reais. Que irresponsabilidade”, finalizou o ex-gestor.

Pelo que consta, o embate entre o vereador Orlando de Amadeu e o ex-prefeito Eduardo Alencar está se tornando mais pessoal do que político, já que os dois vêm se digladiando há tempo. Informações Mapele News.

Voltar

Desenvolvido por:  Priscila Grazielle