Prefeitura abrirá inscrições para sortear casas que receberão reformas de até R$7 mil em Simões Filho

06 ABR 2018
06 de Abril de 2018

A prefeitura de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) irá iniciar o cadastramento para os sorteios do programa “Meu Novo Lar” que irá beneficiar centenas de famílias carentes do município.

Em pronunciamento feito pelo prefeito Diógenes Tolentino durante o lançamento do programa, no último dia 05 de março, o gestor simõesfilhense revelou que as inscrições para as primeiras 50 famílias sorteadas seriam realizada já neste mês de abril.

Ainda sem data definida, as inscrições serão feitas no Centro Social de Simões Filho, localizado na Avenida Walter Aragão de Souza e a análise sócio-econômica dos inscritos será feita através da Secretária de Desenvolvimento Social.

Conforme exposto no regulamento do programa, a escolha dos beneficiários será feita em parte por sorteio aleatório, (critério avaliado pelo prefeito Dinha como o mais justo) e a outra metade mediante indicação do Comitê Gestor, que é composto por funcionários das secretarias de Habitação, Desenvolvimento Social, Governo, Infraestrutura e Comissão de obras da Câmara Municipal de Simões Filho.

Sobre o Programa

O programa Meu Novo Lar será realizado através das secretarias de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc) e Habitação (Sehab), beneficiará as famílias carentes, com renda de até R$400 (per capta), inscritos nos programas sociais. Através do programa, as famílias receberão em suas casas reformas e manutenções hidráulicas, elétricas, entre outros.

Para isso, serão oferecidos subsídios que variam de R$ 1,00 a R$ 7.000,00 a depender da necessidade da família contemplada. O valor poderá ser aplicado em serviços como reboco, pintura ou reparos na estrutura.

Vale salientar que, os beneficiários do programa Minha Casa Minha Vida não tem direito a participar do programa de reforma e manutenção habitacional porque já foram contemplados com novas moradias.

Terão prioridade os lares cujo mulheres sejam chefes de família, ou famílias que tenham algum membro  idoso ou portador de necessidades especiais, bem como as que residem em áreas de risco, insalubridade ou degradação ambiental.

Voltar

Desenvolvido por:  Priscila Grazielle